PRIMAVERA E PAIXÃO

Escrito em em Outubro 16, 2017

A primavera é tempo de renascimento. E certamente por isso se associa a primavera ao começo de um novo amor. Talvez influenciadas por essa ideia, ou talvez mesmo por ação da primavera, a verdade é que muitas pessoas iniciam nesta estação de ano um novo amor. Os dias têm mais luz, apetece estar mais tempo na rua, ver pessoas, olhar a natureza, iniciar uma conversa com alguém que não se conhece. E é assim que começa. Muitas vezes é esta disposição para a relação o que permite passar do estado de solidão, que nas palavras de alguns se chama “pouca sorte”, para um estado de partilha emocional e afetiva, uma verdadeira expressão da vida. Sim, talvez seja a primavera, mas com toda a certeza nenhuma primavera conseguirá oferecer a alguém a felicidade da paixão se esse alguém permanecer fechado em casa, se na rua baixar os olhos e não permitir que um outro, eventualmente um outro carente afetivamente, lhe possa oferecer um sorriso. Todos sabemos que a paixão e o amor são procurados por quase todos nós. Uns porque não têm ninguém, outros porque têm mas não estão felizes com quem está a seu lado. Talvez possamos aproveitar o balanço da ideia de que a primavera é tempo de novas paixões para mudar de atitude e ficar mais atentos. É importante que nos lembremos que a nossa iniciativa é fundamental em qualquer processo de mudança. A vida é curtinha, apenas algumas décadas, e se deixarmos para a próxima primavera provavelmente faremos o mesmo também no próximo ano. Sei que para algumas pessoas é difícil, esta tentativa de iniciar novos relacionamentos. Mas então poderá ser este o ano para enfrentar a vergonha e o medo da rejeição e arriscar viver? Sei que algumas pessoas se afligem com o medo de não saber o que dizer. Mas então porque não escrever 100 vezes que as conversas são como as cerejas e pensar que certamente ocorrerá alguma coisa, mesmo que mais ou menos atrapalhada? Sei que é difícil dar um passo em frente quando se trata de alguma coisa tão importante e tão nova e quase estranha. Mas de tudo o que poderá acontecer, nada será pior do que a angústia da falta de uma paixão.



Comentários

Deixar um comentário

O seu e-mail não será divulgado. Campos obrigatórios marcados com um asterisco (*)



Continuar a ler


Please visit Appearance->Widgets to add your widgets here