A lista mágica do amor

Escrito em em Abril 16, 2018

Siga o meu conselho para finalmente encontrar uma paixão que se transforme em amor

No trabalho clínico psicoterapêutico, constatamos diariamente que a principal razão de tanta gente não encontrar uma paixão que depois se transforme em amor é a dificuldade em decidir o que se quer e o que não se quer.

Parece incrível que tanta gente tenha dificuldade em perceber rapidamente o que lhe agrada ou não num parceiro amoroso. Mas como não nos dedicamos a esse trabalho, é natural que assim seja. Na dúvida, e se a relação com uma nova paixão tem alguma coisa que desagrada, o comum é esperar que um dia se adapte ou que o outro mude.

Com o tempo, todo este desconforto resulta na evitação de relações amorosas. Espera-se um príncipe encantado, mas nem conhecemos que características tem, e assim nem o podemos reconhecer se o encontrarmos.  

Costumo sugerir às minhas pacientes, e também aos meus pacientes, que escrevam numa folha de papel o que lhes agrada e o que não lhes agrada num futuro amor. Digo-lhes também que não precisam de completar a lista de uma só vez. Escrevam, guardem o papel, e sempre que se lembrarem de uma nova característica será só acrescentá-la. Podem depois apagar algumas que afinal nem são assim tão importantes.  

Não é um trabalho difícil, mas sem dúvida que é bastante útil. O escrever e reescrever desta lista ajuda na construção de uma consciência tão clara que a cada dia se torna mais fácil avaliar novos candidatos. E o que é mais fascinante é que o príncipe aparece mesmo. Não por magia, claro, mas porque é a consciência que orienta o nosso comportamento.  


Tagged as ,



Comentários

Deixar um comentário

O seu e-mail não será divulgado. Campos obrigatórios marcados com um asterisco (*)



Continuar a ler


Please visit Appearance->Widgets to add your widgets here