Intimidade é não ter vergonha de falar

Escrito em em Abril 23, 2018

Muitos casais julgam ter uma intimidade excelente… Mas, muitas vezes, não é bem assim…

Quando pergunto a alguém sobre a sua intimidade com a pessoa com quem namora ou é casado, é comum escutar que é excelente. Mas se a conversa continua e se falamos sobre os assuntos que são difíceis de partilhar com as outras pessoas, frequentemente percebo que, mesmo com quem namoram ou estão casados, há muitos assuntos que nunca abordam.

Se pergunto o porquê de tal silêncio, respondem-me que não querem magoar ou ofender a pessoa que amam, ou que são problemas que não precisam da preocupação dessa pessoa, ou que é demasiado pessoal para falar com alguém, mesmo com a pessoa que amam, e que durante toda a vida sempre gostaram de guardar os assuntos mais sensíveis.

É claro que esse é um direito de cada pessoa. Mas é também claro que então não é verdade que a intimidade esteja bem, pois intimidade é exatamente a partilha do que não queremos público, e que por isso só abordamos com quem temos uma relação especial, de amizade ou de amor, alguém que a cada dia se possa tornar mais conhecedora da nossa pessoa e da nossa vida, e por isso mesmo dizemos que é alguém realmente íntimo.

Mais, é exatamente essa partilha, esse poder dizer à outra pessoa o que nos envergonha ou o que nos preocupa que alicerça a relação de intimidade e de vínculo emocional que queremos construir com essa pessoa. Evitar falar, então, é impedir edificar essa relação especial; e mais tarde não será estranho que a relação se parta com muita facilidade.


Tagged as ,



Comentários

Deixar um comentário

O seu e-mail não será divulgado. Campos obrigatórios marcados com um asterisco (*)



Continuar a ler


Please visit Appearance->Widgets to add your widgets here