As nossas relações amorosas não são problema de ninguém!

Escrito em em Maio 17, 2018

Cruzei-me com uma canção que sublinha a necessidade da coragem de assumir as nossas relações amorosas, sem ligar para o que os outros dizem!

Há uns tempos escrevi sobre a necessidade de ter coragem para iniciar um novo namoro. Uma coragem que permite que alguns desfrutem o que de mais divino há na vida, o Amor, enquanto outros se perdem nas amarguras e irritabilidades do dia-a-dia.

Esta semana cruzei-me com uma canção que me alertou para um outro aspeto desta coragem. A capacidade para deixar o povo falar e criticar uma relação entre pessoas com idades, de etnias ou de condições sociais diferentes ou mesmo quando se trata de uma relação entre pessoas do mesmo sexo. Os brasileiros Jorge e Mateus cantam Deixa o povo falar / O que é que tem? / Eu quero ser lembrado com você / Isso não é problema de ninguém.

E a verdade, pensando a letra da canção e lembrando muitos dos casos clínicos de sofrimento que ao longo dos anos segui em psicoterapia, e podendo juntar também algumas histórias de conhecidos e amigos, muitas vezes se perdem amores, eventualmente deliciosos amores, pela forte inibição causada por essa barreira invisível mas bem presente a que chamamos pressão social.

Eles afirmam essa coragem e cantam E quando o sol chegar / A gente ama de novo / A gente liga pro povo / Fala que tá namorando / E casa semana que vem / Deixa o povo falar / O que é que tem? E com a leveza bem típica de qualquer canção que, embora pirosa, na verdade é capaz de nos orientar a um caminho para a felicidade porque muito humana, ainda cantam E pra deixar acontecer / A pena tem que valer / Tem que ser com você / Nós livres pra voar, / Nesse céu que hoje tá tão lindo / Carregado de estrelas / E a lua tá cheia refletindo o seu rosto / Dá um gosto de pensar / Eu, você o céu e a noite inteira pra amar. Vale a pena pensar nisto!


Tagged as ,



Comentários

Deixar um comentário

O seu e-mail não será divulgado. Campos obrigatórios marcados com um asterisco (*)



Continuar a ler


Please visit Appearance->Widgets to add your widgets here